A contabilidade para clínicas exige tratamento adequado das contas e uma estruturação em nível de pessoa física e jurídica.
O gestor necessita estar amparado por sistemas e assessorias que possa administrar a questão dos convênios e recebimentos, ao mesmo tempo em que distribua adequadamente os recursos para os profissionais envolvidos na operação.
A contabilidade tem papel fundamental na orientação e estudo da melhor forma tributária, apontando eventuais riscos trabalhistas e organização contábil.
Portanto, é um desafio constante para o profissional, empreendedor e administrador da empresa saber conciliar a peculiaridade deste segmento.
A separação das receitas e despesas pessoa jurídica e da pessoa física passa por uma boa organização, gestão do fluxo de caixa, utilização de sistemas de controle financeiro e procedimentos que irão garantir uma boa administração dos recursos, sem impactar em riscos para a pessoa física e jurídica.
A utilização de cartão corporativo para pagamentos de contas pessoais, as retiradas de lucros sem critérios que para o fisco podem configurar salário.
Recebimentos da empresa na conta bancária pessoal dos sócios, e pagamentos da empresa pela conta bancária pessoal, são alguns dos riscos cometidos com certa frequência e podem trazer complicações com o fisco.
A importância de desenvolver uma cultura empresarial de separação das contas e organização das finanças é um reflexo da vida pessoal, também, do empreendedor ou investidor.
Garantir que os resultados contábeis sejam reflexos da real situação da empresa, determinam a melhor análise e planejamento necessários por parte do contador e gestor, em parceria, e minimizando passivos para o futuro.
Em tempos atuais, em virtude do COVID-19, com muitas mudanças na legislação e alterações no comportamento do mercado e consumidores, devemos estar atentos e adequar o negócio para uma operação segura.
Outro tema que gera dúvidas é sobre a tributação. O planejamento tributário e a assessoria administrativa financeira são outros elementos para poder preparar e monitorar. A sua empresa da área de saúde deverá estar enquadrada corretamente, conhecer e recolher corretamente os impostos, além de eventuais oportunidades.
A estruturação societária é outro ponto fundamental. Preparar para o futuro e possível entrada e saída de sócios, retiradas de lucro adequadas e distribuição proporcional ou desproporcional à participação societária, e regras quanto à administração e investidores.
Sua clínica terá saúde contábil quando todas estas questões forem bem debatidas e monitoradas, com auxílio de bons profissionais e assessorias.
Conte com a equipe da AD3 Contabilidade para juntos somarmos forças e conhecimentos.

error: Conteúdo protegido!
Powered by